LANÇAMENTOS & SUGESTÕES

Desconstruindo Paulo Freire - Thomas Giulliano

"Embasado nas pluralizadas experiências individuais, afirmo, sem qualquer receio de parecer quixotesco, que boa parte de nossos veículos pedagógicos, sejam eles os espaços universitários ou o mercado editorial, acabam por endossar o totalitarismo pedagógico de Paulo Freire, adotando um equivocado comportamento reducionista no campo das ideias e gregário na seleção de uma única forma de expor a pedagogia brasileira. 

A reputação deste trabalho justifica-se pelo escasso material verdadeiramente analítico disponível para estudos. Dessa forma, a produção intelectual 'Desconstruindo Paulo Freire' tenta cumprir o dever de apresentar ao público leitor uma realidade desconhecida sobre o nosso atual baluarte pedagógico, fundamentando-se em uma metodologia lúcida, preocupada em abordar de modo realista a vida e a obra do atual Patrono da Educação Brasileira - sem as frequentes irracionalidades que marcam os olhares sobre o autor das concepções bancárias de educação.

 

Selecionei para este trabalho textos inéditos de pesquisadores das mais variadas áreas, ampliando o alcance investigativo do livro. Estimulado pelo desejo de qualificar o debate sobre os nossos problemas pedagógicos, sem amarras doutrinárias, escorado no desejo de pensar a nossa história à luz da verdade, evitando macular o dom da linguagem, é que deixo em suas mãos, caridosos leitores, a possibilidade de publicação deste trabalho necessário à adequada compreensão de nossas neblinas contemporâneas." - Thomas Giulliano Ferreira Dos Santos.

Da Contra-Revolução e seus Inimigos - Ibsen Noronha

Venho acompanhando a trajetória de Ibsen Noronha desde o início da década de 1990, quando ele, ainda bem jovem, militava na Juventude Monárquica Brasileira. Não me surpreendem, pois, o alto nível científico e a largueza de horizontes demonstrados pelo autor.

 

Recomendo vivamente a leitura de "Da contra-revolução e seus inimigos" a portugueses e brasileiros, especialmente aos jovens universitários, tantas vezes carentes de leituras sólidas e bem orientadas. (por S.A.I.R. Dom Luiz de Orleans e Bragança)

Encantos do Café - Anapuena Havena

Uma família italiana decidiu mudar-se para o Brasil após a perda de todos os seus bens e para fugir da crise que a Itália se encontrava. Seu destino era a fazenda boa fé, propriedade da família Arutes e uma das maiores produtoras de café da época.
 
Porém, chegando ao Brasil, ficou evidente que a vida não seria nada fácil ali e que a tão sonhada melhoria de vida no Novo Mundo poderia ser apenas uma falsa esperança. E apenas uma certeza restava à jovem Gertrudes: ela não desejava aquela realidade.
 
Encantos do café é um romance histórico composto por fortes elementos da história do Brasil, contextualizado no importante período denominado ciclo do café.

Escravidão e Leis no Brasil - Ibsen Noronha

Um livro dedicado às "quotas raciais". 

O autor põe o dedo na ferida dizendo que facilitar a entrada na universidade a negros e índios como dívida histórica é um crime e pode “gerar grandes injustiças”. “Criar uma divisão racial no Brasil é um crime histórico”, diz, sustentando que “está em causa a presença portuguesa no país”.

 

O autor opõe-se ao argumento central dos defensores das quotas, que insistem que está em causa uma dívida histórica. Analisando o processo de abolição da escravatura no Brasil, Ibsen Noronha contraria a tese: “Os textos comprovam a sábia acção de libertação dos escravos. Além disso, a miscigenação – característica essencial brasileira – torna qualquer tentativa de criação de vantagens sob critérios raciais desprovida de objectividade”.

Descobrindo a Nobreza do Amor - Anapuena Havena

Duas histórias que se enlaçam. Amora encontrou o livro de memórias de seu tio-avô Charles, onde ele narra sua história de amor frustrado com Diana, princesa de Lancaster. E a partir desta história, Amora descobrirá o mais nobre sentimento: o amor.

“Chamam-me de louco porque sou um rei sem trono. Pois digo que mais louco é quem passa por esta vida sem ter coragem de ser o que quiser. Eu falei que seria rei, incompleto, mas seria. E sou. Tenho o castelo, mas falta-me a rainha. Tenho o amor, mas falta-me a amada.”                  Charles

Diante da efemeridade da vida, feliz é aquele que consegue descobrir suas maravilhas.

Rua Rodrigues Júnior, 1016, Centro - CEP 63.900-125, Quixadá, Ceará, Brasil. Fone: +55 (85) 99649.3546

CONTATO